Como utilizar o Google Tag Manager (GTM)?

Saber utilizar o Google Tag Manager é de fundamental importância, pois quanto melhor se conhece a ferramenta maior será o seu conhecimento também sobre o comportamento de seus clientes e sobre o andamento de seu negócio. Para mais informações sobre o que é o GTM basta acessar o artigo  O que é o Google Tag Manager (GTM)?.


Existem inúmeros tutoriais espalhados pela internet sobre como utilizar o Google Tag Manager, mas nesse artigo serão tratados os assuntos mais importantes e as configurações dentro da plataforma que você precisa saber para fazer um bom uso do GTM, e tudo de uma forma simples, clara e objetiva.

O primeiro passo é criar uma conta no Google Tag Manager. Para isso, basta visitar a página do Google Tag Manager e fazer login com sua conta do Google, de preferência a mesma que você utiliza para o Google Analytics.

Depois que você fizer login, vai precisar inserir o nome da sua empresa. Clique em " Continuar". 

Em seguida, vai precisar escolher um nome para o contêiner e selecionar o tipo de contêiner desejado.

O contêiner é uma tag universal que guarda todas as suas tags, funcionando como uma espécie de " caixa".

Existem formatos diferentes de contêineres, dependendo se suas tags serão utilizadas para sistemas operacionais de desktop (opção “Web”) ou dispositivos móveis (iOS e Android), além de páginas aceleradas mobile (AMP).

No caso desse exemplo, vamos selecionar a opção Web e clicar em " Criar". 

Depois que você criar sua conta, leia os Termos de Serviço do Google Tag Manager e clique em " Sim" para prosseguir.

Assim que você fizer isso, a página vai recarregar e a uma janela irá aparecer automaticamente. Clique em " OK".

Uma chave será gerada, e é essa chave que você deverá colocar na plataforma para que a sua loja esteja configurada com a conta do GTM que você acabou de criar.
Para copiar a chave, basta selecioná-la, clicar o botão direito do mouse e, no menu que aparecerá, clicar em copiar. 


Feito isso, deve-se colar a chave no campo especificado para isso dentro da plataforma. Para isso, basta acessar o menu " Configurações", clicar em "Dados da loja", e no campo "Google Tag Manager" preencher com a chave copiada. 

A partir desse momento, a integração com o Google Tag Manager está concluída, e qualquer modificação realizada automaticamente será incorporada na sua loja. Obs: Todas as informações abaixo são realizadas no GTM ou no Google Analytics, a única informação que deve ser inserida na plataforma é o código copiado anteriormente.

O próximo passo é configurar as tags consideradas por você úteis ou necessárias. Explicaremos como configurar a mais utilizada, o que facilitará o seu entendimento e lhe proporcionará conhecimento suficiente para configurações de futuras novas tags.


Para adicionar uma tag, deve-se acessar o menu " Tags" e clicar no botão "Nova". 


Uma nova tela será exibida.

"Tag sem título" - Deve-se substituir o nome "Tag sem título" pelo nome da tag que está sendo criada. 

  • "Configuração da tag" - Ao clicar sobre esse campo, uma nova tela será exibida, e nela existirão algumas opções de tags já predefinidas para facilitar o uso, além de uma opção personalizada pra que sejam inseridos códigos HTML caso a tag que deseja-se inserir não esteja presente nas opções. 

Nesse exemplo vamos configurar o Google Analytics. Então deve-se selecionar a opção "Universal Analytics" (Versão mais recente do Analytics). Ao selecioná-la, novos campos serão exibidos. 

" Tipo de acompanhamento" - Esse campo possui opções de quando será feito o acompanhamento da tag que está sendo criada, podendo ser desde uma simples visualização de página até uma transação. No nosso exemplo, vamos criar um acompanhamento para visualização de páginas.

" Configurações do Google Analytics" - Deve-se inserir a variável criada com o ID de acompanhamento do Google Analytics. Como no nosso exemplo ainda não criamos nenhuma variável, deve-se clicar em "Nova variável", e na nova tela que se abrirá, no campo "ID de acompanhamento", inserir-se o ID correspondente, clicar em "Salvar", nomear a variável, e "Salvar" novamente.
Obs: Para se obter o ID de acompanhamento do Google Analytics, basta acessar a página do Google Analytics, fazer o login, clicar em " Administrador", depois em "Informações de acompanhamento", "Código de acompanhamento", e copiar o "ID de acompanhamento". 

  • "Acionamento" - Deve-se preencher com o acionador que irá disparar a tag que está sendo criada, ou seja, o que deve acontecer paga que o Google Analytics registre alguma informação, variando desde cliques até preenchimento de formulários. Por padrão, o único acionador que já vem configurado é o de exibição de todas as páginas, ou seja, esse acionador será ativado sempre que qualquer página for exibida. Para o primeiro exemplo que estamos trabalho utilizaremos esse acionador mesmo. 


Escolhido o nome, a configuração da tag e o acionamento, podemos salvar a tag e partir para o próximo passo: Teste.

Para testar uma tag criada, deve-se clicar no botão " VISUALIZAR". Isso fará com que o GTM entre em um estado de teste, onde será possível visualizar nas páginas de sua loja se a tag criada está funcionando. 

Feito isso, ao abrir-se qualquer página de sua loja,  desde que no mesmo navegador onde o teste do GTM está sendo executado, será possível visualizar uma pequena tela na parte inferior da página. 

Nela é possível observar, dentre outras coisas, quais as tags que foram disparadas ao visitar aquela determinada página de sua loja. No nosso exemplo, como acabamos de criar uma tag do Google Analytics para ser disparada em todas as visualizações de qualquer página, veremos que ela vai ser dispara em todas as páginas que você visitar. Mas, afinal, o que essa tag está fazendo?
Ela está mandando um dado para o Google Analytics, informando-o que alguém está visitando as páginas de sua loja. Isso pode ser visualizado nos painéis do Analytics. 

Com o teste realizado, verificando-se que a tag está funcionando corretamente, é finalmente chegada a hora de fazer com que essa tag seja incorporada à sua loja. Para isso, no painel do GTM, deve-se clicar em " ENVIAR". 

Uma nova tela será exibida. 

As versões são espécies de marcos, pontos de mudança, onde é possível que se veja quais alterações foram criadas em cada uma, facilitando o controle e também possibilitando o backup caso alguma alteração incorreta seja realizada.

" Publicar e criar versão" - Essa opção significa que, além de criar-se uma nova versão, ela automaticamente já será publicada, ou seja, estará em funcionamento na sua loja.

" Criar versão" - Essa opção significa que a nova versão será criada mas não será publicada nesse momento.

" Nome da versão" - Deve-se inserir o nome da nova versão que está sendo criada.

" Descrição da versão" - Deve-se inserir uma descrição sobre o que foi alterado, os motivos, e quaisquer outras informações relevantes para futuras observações.

" Publicar no ambiente" - Deve-se manter a opção padrão "Live" selecionada.

" Alterações no espaço de trabalho" - São exibidas todas as alterações realizadas desde a última versão salva.

Ao clicar-se no botão " Publicar", a página será recarregada e a aba "VERSÕES" será exibida. 

Pronto, você acabou de configurar sua primeira tag no Google Tag Manager. 

Agora, com o conhecimento obtido, você pode adicionar outras tags, realizar testes, experimentar e expandir o uso do GTM de inúmeras formas, tornando-o uma ferramenta poderosíssima para auxiliá-lo na gestão de sua loja.

Para mais informações sobre o GTM, acesse a página oficial do  Google Tag Manager.